JUSTIÇA MANDA DELEGADO QUE MATOU MOTOCICLISTA PAGAR PENSÃO Á VIÚVA E FILHOS

Mercedes do delegado: destruída
   No fim de outubro de 2016 o delegado da Polícia Federal, Marcelo Ivo de Carvalho, dirigindo um veículo Mercedes Benz, atingiu e matou o motociclista Francisco Lopes da Silva Neto. O bafômetro indicou a embriagues do delegado. Apesar disto foi liberado mediante o pagamento de fiança de R$ 2.000,00. 

Perda total na motocicleta
   Agora a viúva e as filhas ingressaram na justiça pedindo danos morais pela morte e pensão vitalícia contra o agente público. 

    A juíza Alessandra Lopes Santanna de Mello da Segunda Vara Cível de Sorocaba, determinou em liminar (decisão provisória, antes mesmo da contestação da outra parte) o pagamento de pensão mensal à mãe e filhos do vigilante falecido. 

Advogado Claudio Dias Batista
   O advogado Claudio Dias Batista, da Dias Batista Advogados, que atua em favor dos herdeiros explica que a decisão levou em conta as provas constantes do processo. "A família continua inconsolável. Para eles não há dinheiro que pague a perda do marido. A decisão judicial vai, de certa forme, restabelecer o padrão simples de vida que levavam antes da morte", afirma o advogado.

   Na mesma decisão a juíza determina o prazo de 15 dias para apresentação de contestação por parte do delegado. (Fotos Daniel Schafer G1/TV Tem)