VIVO TERÁ DE PAGAR MAIS DE 4 MIL POR COBRAR EM DOBRO

 A Vivo uma das maiores empresas de telefonia do Brasil, terá de desembolsar o valor de 4 Mil reais à aposentada A.A.D.S. sendo R$ 1.089,54 referentes a valor cobrado indevidamente e três mil reais de danos morais.

   Segundo o advogado Claudio Dias Batista, de Dias Batista Sociedade de Advogados, a aposentada percebeu uma alteração em suas faturas de internet, e foi checar o que estava acontecendo. Ela buscou o escritório para saber como poderia ter o dinheiro de volta, já que estava pagando um valor maior do que havia contratado.

   A Dra. Ana Laura Correa Rodrigues, juíza da 1ª Vara do JEC de São Paulo, SP, determinou que  caso haja alguma cobrança, a companhia será multada em R$ 5.000,00.

   A aposentada está muito feliz com a decisão. Ela explica que procurou o escritório de advocacia há apenas dois meses. "Sempre me falaram que a Justiça é lenta, essas coisas...Estou segura agora de que fiz o que deveria ser feito", diz a consumidora. 

   O Dr. Claudio Dias Batista explica que decisões rápidas assim não são comuns. "A Dra. Ana Laura, juíza neste processo, agiu da maneira como o consumidor espera. Não havendo necessidade de audiência, é o caso de dar logo a decisão", explica o advogado. 

   Dias Batista explica ainda que embora o valor não seja aquele que foi pedido, não pretende recorrer da decisão. O processo recebeu número 1003711-91.2017.8.26.0004. destas decisão ainda recebe recurso da outra parte.